Agora é Tarde, a Ines é Morta.

Cá estou vendo tv e passa um vt falando da reportagem de destaque do Fantástico deste domingo: o Nordeste como rota do turismo sexual.

Quem mora em uma cidade litorania sabe que isso não é novidade, pelo menos aqui em Fortaleza. A orla da cidade é tomada de garotas de programa a partir de uma certa hora e em ruas que outrora já foram reduto de lazer da cidade, agora são tomadas de boates especialistas em oferecer sexo fácil para estrangeiros.

Não tenho nada contra quem troca sexo por dinheiro, pois cada um sabe o que faz da vida.

O que incomoda é o fato de que o Brasil em outros tempos fazia questão de vender a imagem da mulher brasileira. Uma imagem de objeto de desejo, na qual o atrativo principal era o que vcs imaginam.

Em um pais que a imagem se resume a um carnaval com mulheres nuas, rebolando e o jeitinho do malandro carioca, dificilmente terá uma imagem de lugar de "família".

Os estados do Brasil tem muito trabalho a fazer para desvincular tal imagem e diminuir o turismo sexual.

Mas é como dizem: agora é tarde a Ines é morta.

Comentários

Postagens mais visitadas