Fidelidade?

A maior parte das pessoas acham que o pré-requisito mais importante em um relacionamento é a fidelidade do parceiro. Isso porque muitas pessoas ainda visualizam que o parceiro é um ser perfeito que quando está apaixonado só terá olhos e desejos para a pessoa amada.

Mas no decorrer das experiências vividas e vistas (sim, aprendemos um pouco com o erro alheio), percebo que fidelidade é algo que deveria está em um lugar bem menos importante. Você que está lendo deve estar pensando:" ok, esta menina deve ter sido tão corna, que já se conformou. Eu sei que existem pessoas fiéis e vou encontrar uma assim" (aham, assim como o homem ideal virá em um cavalo branco o/).

Quando se vive um relacionamento de verdade, percebemos que existem outras questões bem mais importantes. Questões que desgastam bem mais a relação do que uma traição. Porque traição é algo que pode acontecer a qualquer pessoa. Ninguém está imune a trair ou ser traído, pois ninguém no mundo é cego.

Pois bem, e que tais questões são estas, bem mais importantes do que uma galhada? Quem convive com o parceiro, sabe bem as pequenas coisinhas que desgastam o relacionamento. Não falo nem da rotina, pois eu fico puta de quem reclama dela, afinal, nossa vida é uma rotina (ou vc anda tendo aventuras todo o santo dia?).

As pequenas coisinhas podem estar presentes na maneira como a pessoa fala um determinando assunto com você (sexo, dinheiro, família, valores...), de como ela costuma agir em situações diversas...Até como as pessoas planejam suas vidas pode alterar o rumo de um relacionamento, afinal, quem sonha em morar fora dificilmente ficará com alguém que gosta de fincar as raízes. Pode acontecer, mas é difícil.

O que quero dizer é que para mim, a maior dificuldade de um relacionamento é conviver com as diferenças que irão existir. É de buscar paciência onde você acha que já acabou. É de decidir manter um vínculo com alguém que você acha que vale a pena (ou seja, é se apoiar no que vc acha mais importante). É aceitar a pessoa como ela é e não cair na tentação de modificá-la. Chifre pode ser ajeitado, caráter e personalidadade, não.

ps: vai ter gente que pensará nos extremos, lógico. Vai interpretar que ser fiel não é importante e que o negócio é sair traindo a torto e a direito. Espero que estas pessoas vejam que o que procurei escrever aqui é que as pessoas muitas vezes colocam a fidelidade em um patamar alto demais. Como se sentir atração por outra pessoa é sinônimo de arder no mámore do inferno [O Clone mode on].

ps²: cada pessoa é uma pessoa, bem como cada relacionamento. Mas o que vejo por ai é que é mais facil terminar por incompatibilidade de idéias, personalidades, do que pelo chifre de uma noite.

Comentários

Postagens mais visitadas