Alívio.

Sabe quando vc trabalha duro para obter resultados e ao final, sente que fez o que pode? Me sinto assim agora depois de ter terminado meu namoro. Creio que a frase "antes só que mal acompanhada" nunca fez tanto sentido na minha vida quanto agora.


Me sinto aliviada em poder viver minha vida em paz, coisa que não conseguia há mais de um mês. Segurar a barra de um namoro sozinha é dose. Mais dose ainda é quando no fundo vc sabia que aquilo ali não iria pra frente mesmo.


Sempre acreditei que namorar é uma relação como qualquer outra, onde não há posse e nem mandamentos impostos por alguém. Acredito que é algo que complementa a vida e não preenche espaços vazios. É uma relação da qual vc poder ser o que sempre foi sem precisar mascarar para agradar, onde vc vive sua vida independente da vida do outro.


Vou continuar acreditando nisso, mesmo que existam pessoas que me façam, por um pequeno momento, pensar que namoro é algo ruim.


Vão existir pessoas que estarão, neste exato momento, comemorando o fato. Junto-me à elas, pois não preciso de ninguém ao meu lado para viver minha vida bem. 


Existem pessoas que contribuíram, sem nenhum pudor, para que isto acontecesse. Só digo algo a estas pessoas: nós colhemos o que plantamos. Pode ser daqui a uma semana como daqui a 50 anos, mas simplesmente somos responsáveis por nossos pensamentos e atos.


Ainda há um nó na garganta, afinal, tem coisas que passam só depois de alguns dias, mas no final, sinto-me aliviada e muito agradecida por Deus, pois não há como viver com alguém que emperra sua vida.


Muito Obrigada!



Comentários

  1. Alívio, muito alívio é o que sentimos quando terminanos algo assim. Cibele, sempre acompanhei seu blog e tive vontade de falar, trocar uma idéia contigo. Podemos? =)

    ResponderExcluir
  2. Olá Ricardo, é só entrar em contato comigo via email tá? é cibele_bastos@yahoo.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas