Cigarro com Tabaco, Pode?

Eu já tinha lido que havia um processo tramitando e que este consistia em algo bem específico: proibir a venda de cigarros com aromas no Brasil. Mas agora a Anvisa já bateu o martelo: os fabricantes tem 2 anos para retirarem tais produtos do mercado.

Preciso dizer que isto é um absurdo? Preciso minha mãe acha que não haha ! Não sou fumante, mas acredito que quem fuma tem o direito de comprar a marca que quiser, inclusive, com o sabor que desejar. Mas o Governo não acha isso.


Ele acha que tais cigarros com aromas ou sabores diversos atraem os jovens. Ok, nos anos 50, bastou um ídolo do cinema aparecer fumando que tal hábito foi visto como um símbolo de sex appeal. 


As pessoas fumam por diferentes incentivos, principalmente os jovens. Passam gerações e me parece que o motivo continua o mesmo: eu fumo porque sou maduro o suficiente pra saber o que faço e o que isso pode acarretar com isso.


A pergunta é: será que só porque o cigarro tem o sabor de cereja, que eu, Cibele, irei fumar? Ou é porque alguém que eu admiro ou me espelho fuma? Ou é porque cigarro ainda é visto como algo usado por pessoas poderosas ou sexies? Ou é porque eu quero ser diferente dos meus amigos e me destacar?


Enfim, existem vários motivos que levam uma pessoa a fumar, mas tais jovens não foram atraídos pela cerejinha, menta ou canela. Foram atraídos pela idéia de fumar. E se eles só fumam marcas que possuem cigarros aromatizados, é porque né, cigarro é algo fedido e se há um amenizante, porque não usar?


E fica aberto o debate!


ps: o mais ridículo ainda é que a mesma norma da avisa também irá proibir o uso de expressões como "suave", "light", "leve", dentre outros, na embalagem dos cigarros.

Comentários

  1. Falo por conhecimento de causa: quando adolescente inventei de fumar cigarros aromatizados (n sei precisar o porque). Depois de umas duas carteiras, disse: blergh! Que nojo! Enfim, daí em diante fumo tão esporadicamente que não deve ter ultrapassado 10 unidades. O sabor diferenciado me atrai, mas estar em espaços para fumantes fazendo-o é horrível. As pessoas que conheço que fumam cigarros com sabores, fumam numa frequência pouquíssima, não tão baixo como a minha, mas não passam de uma carteira por mês. Enfim, os "fumantes" que compõem meu bando só fumam com aroma, eventualmente, e, creio, o cigarro sem aroma não vai ser consumido. Afirmo que fumar sem sabor deve ser para que nem o sente mais: viciados. Não gostei da medida, apesar de achar cigarro nojento e vivenciar a crise de rinite que ele me dá, eu curto um cigarro de cravo ou menta. Se for pra acabar com eles, que acabem logo com a venda dele de uma forma geral. Esse debate suscita outro: o nosso governo se mete demais em nossos hábitos.. gente.. educação e valorização da cultura bastariam pra não ter que legislar pras pessoas aprenderem até coisas tão básica da vida como cuidados com a saúde e respeito ao próximo (no caso de fumar em ambientes fechados).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, o Governo se mete muito onde não é chamado, principalmente em questões individuais como esta, que incide sobre a escolha do consumidor em querer consumir cigarros com aromas ou não.

      Tal medida, ao meu ver, não impedirá que jovens diminuam seu consumo ou que incentivem mais pessoas a fumar.

      E sim, me parece que a indústria tabagista vai ter que se virar bonito pra sair desta, pois além dessa proibição, já existem cidades que estão proibindo o uso do cigarro até em ambientes que permitem que pessoas fumem.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas