Apavorada

Essa é a palavra pra descrever o estado em que fiquei depois de ter rolado o que rolou na madrugada de hoje. Teve um post em que relatei as experiências com espíritos da minha mãe, sobretudo o do meu pai, que faleceu quando eu era bebê.


Para o melhor entendimento, aconteceu umas 2 e pouco da manhã... acho que deviam ser umas 2h:40min. Eu durmo em uma cama de casal, sozinha, mas só fico de um lado da cama - deve ser costume de ter passado anos dormindo em cama de solteiro.


Fico alternando minhas posições de dormir de bruços e de lado. E quando eu fico de lado, estico meu braço por debaixo do travesseiro e ele fica tipo, apoiando minha cabeça. Visualizaram? 


Foi numa dessas mudanças que a bizarrice aconteceu. Fui ficar de lado e estiquei costumeiramente meu braço. Quando fiz isso, senti alguém me tocar. Não era gelado, era temperatura normal. Alguém tocou nas minhas mãos, acariciando-as.


Achei que fosse minha mãe pois ela costuma ir no meu quarto pra fechar minha janela, caso estivesse chovendo e quando abri os olhos e não vi ninguém (tava escuro) nitidamente. A impressão que tive quando arregalei os olhos, era de alguém abaixado, com a mão estendida pra mim. Ou tava abaixado, sentado, whatever, a pessoa estava no mesmo nível da cama.


Gente, eu gritei. Gritei e chamei pela mãe. Contei o que aconteceu e ela ficou pensando no que aquilo poderia ser. Alguém que quer me ajudar? Quer entrar em contato comigo? Não sei. Só sei que não dormi mais o resto da noite. Se fosse outra pessoa, iria me chamar de louca.


Mas uma coisa é certa: se eu já acreditava nisso antes, vocês imaginem agora!

Comentários

Postagens mais visitadas