Shame



Escrever sobre um filme que te perturbou no bom sentido é um pouco difícil porque as palavras saltam na mente,mas nada consegue sair de uma forma concisa.

Shame é daqueles filmes em que ver é um mero detalhe. Vc precisa sentir. Um filme que retrata a solidão de um homem que usa o sexo como válvula de escape. 

Frio, calculista, eficiente, solitário e creio eu, traumatizado. Assim eu descrevo o personagem (Brandon) que Fassbender faz tão brilhantemente. Oscar fácil pra ele, mas acho que a Academia é pudica demais pra isso.

Aliás, Fassbender vive no meu imaginário desde "X-man: Primeira Classe" e ele não precisou ficar nú para isso. A mandeira como ele olha, atua, é tão fascinamente pra mim que a roupa é o de menos.

Destaque para Mulligan, que faz Sissy, a irmã de Brandon e que mesmo sem que eles falem, percebemos a tensão entre os dois irmãos.

ps: me identifiquei muito com a personagem da Mullingan. Emocionalmente frágil, com um poder de autodestruição a ser controlado - no caso dela, não! Assim como me identifiquei com o do Fassbender. Quando quero me satisfazer com algo, não me importo muito como e sim se irei.

Comentários

Postagens mais visitadas