Tchau, Caução!

O ano era 1999 e mainha se encontrava desesperada para internar minha avó em uma clínica particular que aceitava o plano de saúde que ela pagava. 


Minha vó sofria de enfisema pulmonar e tinha o "coração crescido" - não sei o que isso quer dizer, só sei que era ruim - e passava mais uma vez mal e dessa vez parecia ser grave. Mainha tava desesperada porque na época, pediam R$ 1.000 de caução em cheque para autorizar a internação da minha avó.


Mainha não tinha dinheiro, ela era apenas uma funcionária da extinta Teleceará, que até pagava bem, mas ela não tinha naquele momento, tal quantia. Lembrem-se, era 1999.


No desespero, deu o cheque assim mesmo, sabendo que não possuía fundo suficiente. Sacomé né, tua mãe tá pra morrer, o que você faria? E ainda por cima, tinha um formulário gigantesco pra ser preenchido.  E os irmãos, vcs perguntam... ok, essa parte ai é complicada, deve acontecer nas melhores famílias.

E hoje, uns 13 anos depois desse episódio, foi aprovada uma lei que proíbe esse tipo de coisa. Fico feliz, porque imaginem só vocês: pagar um plano de saúde, que possui um convênio com uma clínica e você ter que "pagar por fora" só por "garantia"?

Complicado. Porém, fico feliz com essa aprovação. É menos burocracia num momento mega delicado na vida da gente.

Comentários

Postagens mais visitadas