Ninguém

Se andares na minha frente, já não te reconheço mais. És um mero estranho que passará por mim em algum acaso dessa vida. Não tem mais cheiro, nem tato, nem voz e nem olhar. Passou e continua passando. 
Sinto-me feliz por isso? Não, apenas tenho consciência de que estou em uma forma melhor de encarar as coisas e os processos. Se a vida me quis aqui, ok, estou aqui para o que der e vier. Acredito que isso é o início da paz que meu coração procurava. E estou no caminho certo, indo ao encontro de mim mesma, pois já cansei de ir em busca de ninguém.


Comentários

Postagens mais visitadas