O Lado Bom da Vida

Ou no título original, Silver Linings Playbook (algo como estratégia da esperança? Please, alguém bom em inglês pode me ajudar?) é um filme leve, daqueles que te cativam por simplesmente ser simples.Fala sobre um cara que sofreu um surto pós-traumático e passa uns 4 anos fazendo tratamento em uma clínica. Ao voltar, tenta viver "normalmente" sua vida.




Estava curiosa pra vê-lo pois o núcleo de atores deste filme fora indicado para o Oscar (além disso, concorre na categoria Melhor Filme). Fiquei na expectativa de ver a tão falada atuação de Bradley Cooper e Jennifer Lawrence, mas quem roubou a cena, foi DeNiro.

Se você quiser ver um Bradley Cooper diferente daqueles filmes bobões que ele fez, corra pra ver The Words. Lá sim ele foge totalmente do esteriótipo de "oi, sou o galã de filmes idiotas". Aí sim, por este filme, ele merecia indicação para melhor ator.

Mas voltando pro Lado Bom da Vida, creio que seu mérito é exatamente saber mesclar o drama (sim, pois conviver com alguém que passa por tratamento psiquiátrico não é fácil) e a comédia (e aí está o lado bom da vida). A química entre Bradley, DeNiro e Jacki é maravilhosa! Nos arranca risos facilmente!

É é nessa leveza e despretensiosidade que o filme nos conquista, mostrando que apesar das dificuldades que  pode haver na vida, sempre há seu lado bom e a possibilidade de recomeçar! 

Recomendo!

Nota Pessoal: é muito difícil conviver com alguém que possui algum distúrbio de personalidade, como a Bipolaridade ou o Borderliner. Se não haver tratamento, dificilmente o convívio é pacífico ou tranquilo. Sempre haverá dificuldade em saber lidar com a instabilidade emocional da pessoa. E tal filme me emocionou porque pude identificar alguns fatos já vividos por mim.



Comentários

Postagens mais visitadas