Inovação por Decreto?

Basicamente podemos dizer que inovação é a criação de algo novo ou o incremento de alguma idéia que possa ser comercialmente viável. Existem vários tipos de inovação: produto, marketing, processos, dentre outros.  Ou seja, inovação é fruto de algo espontâneo, motivado seja pela capacidade de criação ou pela necessidade constante da empresa em aprimorar a oferta do seu produto/serviço. O sentido aqui do espontâneo é que no caso, deverá partir da empresa a iniciativa em promover a inovação, já que a necessidade de criar algo novo pode nascer exatamente da interação entre empresa - mercado.

Sabemos que sem o aperfeiçoamento de produtos e serviços um empreendimento poderá estar fadado ao fracasso e, consequentemente, fechará suas portas. Os incentivos para que isto não aconteça podem ser vários, mas o principal deles é a empresa atender os anseios do seu mercado consumidor. 

Entretanto,  aqui no Brasil,  parece que os incentivos funcionam de uma forma diferente, curiosa. O governo brasileiro quer intervir no processo de inovação empresarial por meio da criação de uma nova estatal que vem com vestes de "milagreira". Ao invés do governo brasileiro estimular a inovação empresarial por meio da diminuição de impostos e da conhecida burocracia nas trasações de abertura de empresas, ele acha que poderá simplesmente espalhar inovações por meio de editais, portarias e decretos.


Se já existem dificuldades em abrir uma empresa, que dirá mantê-la em pleno funcionamento. Ideias não são pagas, mas a realização delas poderá ter algum custo. É isto que mais emperra o empresariado das MPEs brasileiras, que são os responsáveis por concentrar a maior parte dos empregos formais no país (com carteira assinada), e não será com mais uma estatal que o ambiente empresarial brasileiro melhorará, pois sua abertura implicará em mais gastos públicos e custos para o contribuinte, afinal, o custeio deverá vir de algum lugar. O velho morde-assopra.

É somente com a diminuição da interferência estatal no mercado que o empresariado poderá ter um ambiente propício para o amadurecimento de novas ideias e, assim, manter sua empresa em consonância com os anseios demandados.





Comentários

Postagens mais visitadas