Martha Marcy May Marlene



Descobri Elisabeth Olsen através da moda, afinal, uma das minhas maiores inspirações no mendigo style é uma das suas irmãs mais velhas, a MK Olsen. Nem sabia que a Olsen caçula atuava, até vê-la em Liberal Arts (dps faço outro post falando um pouco mais desse filme fofo!).

Dia desses, buscando novos filmes pra ver, achei este. Fui seduzida pela capa, algo como um sussurro, como que alguém quisesse dizer coisas mas não pudesse, pois estava com medo.

E é exatamente disso que o filme trata - pelo menos da forma que eu pude vê-lo. Do como o medo e certos acontecimentos marcam, deixando nossas vidas condicionadas ao estado constante de alerta.

Não espere um filme linear, que conta a histórinha bonitinha. É um misto de lembranças e presente. Na verdade, é como se estivéssemos o tempo todo nos perguntando: é real? É sonho?

Por isso, Martha Marcy May Marlene poderá decepcionar aqueles que odeiam filmes em que as coisas estão nas entrelinhas e deixam que o próprio expectador tire suas conclusões. Se você é desse tipo, fuja. Se não, aproveite a bela atuação da Olsen.

Enjoy!



Comentários

Postagens mais visitadas