Dos Pais

Dia dos pais sempre é uma data que me deixa triste ou saudosa, daquelas em que você sempre pensa no que poderia ter sido e no que realmente foi. Meu pai faleceu quando eu tinha 1 ano e 6 meses, ou seja, eu não lembro dele. Nem da voz, do cheiro, da fisionomia, nada. Cresci dizendo que meu pai morava no céu e às vezes apontava para mostrar à pessoas.

Mainha ou minha mãe, é tudo em minha vida. É minha base, alicerce, exemplo, alguém que admiro e acho que, enquanto eu viver, não conseguirei retribuir o amor e dedicação dados. Faço e decido muitas coisas em minha vida, pensando nela. Temo só de pensar na possibilidade de chegar o dia em que ela me deixará.

Enfim, eu espero que todos celebrem esta data com a figura que considerem ser seu pai. No meu caso, será na forma de ligação, skype, pois estou longe. Pela primeira vez não irei acordar mainha com um café da manhã ou visitarei o túmulo do meu pai, mas isto não diminuiu o sentimento que tenho. Pelo contrário, a distância só aumenta a saudade e valor que as pessoas tem em nossa vida.

Obrigada por me amar, mãe e pai.




Comentários

Postagens mais visitadas