Madureira

Sei lá se já tinha ouvido falar desse canto na época que morava em Fortal, só sei que Madureira é o bairro que não sai dos pés e nem da boca da minha cunhada que sempre me chamava para conhecer o comércio variado de lá. 

Na ida, constatei que preciso de um tempo a mais no Rj para detectar barulhos de tiros pois, enquanto estávamos paradas em um sinal, dentro da van, todos em uníssono perguntaram uns aos outros se tinham ouvido "os tiro" (ainda não sei qual o problema de alguns cariocas com concordância, sério mesmo!). Somente eu, euzinha aqui, from Fortaleza, a 11º cidade mais violenta do mundo, não tinha ouvido as tais rajadas - com o tempo eu pego o macete, né?

Descemos depois de um viaduto lá e começamos a peregrinação por lojas variadas e muito, mas muito baratas. Fazia tempo que não via loja de R$ 1,99 (não sei porquê, mas elas sumiram de Fortaleza), calças a R$ 20, blusas a R$ 5... minha gente, é muito barato! 

Sem contar que, além das várias lojas do bairro,  tem o Mercadão de Madureira e seus trocentos boxes que cortam o bairro todinho e você nem sente o quanto andou. Tem loja de candomblé até as canelas, peixaria do lado de uma loja de artesanato, mercadinho do lado de pet shop, que é do lado de loja de artesanato, que é do lado de loja de bebida, do lado de loja de artigos infantis, do lado de loja pra festas e ad infinitum!

O fato é que você sai de lá com a vontade de comprar tudo... T-U-D-O! No meu caso, saí do Mercadão louca pra fazer uma festa, pois tudo que é temática pode ser feita com os mais variados tipos de decoração que lá você encontra. Porém, saí de lá com vários anéis, principalmente os de falange, já que fazia um bom tempo que queria fazer uma "party rings" nas mãos.

Por fim, minha recomendação é: vá com a roupa mais confortável possível, de preferência sem grandes bolsas (coloque tudo no bolso) e aproveite o que este bairro comercial tem pra oferecer!




Comentários

Postagens mais visitadas