Whiplash



Se tinha uma filme no qual eu estava ansiosa para vê-lo era Whiplash. Afinal, como não gostar de uma película que traz na trilha sonora o seu som preferido? Filmes com temáticas musicais sempre me fascinam e sendo jazz então, nada mais perfeito! Porém o filme trata de tudo, menos de jazz. Se você, amante deste estilo, achar que o filme se trata disso, fuja, mas fuja mesmo, pois a decepção é grande. 

Whiplash traz a história do baterista Andrew Neyman (Miles Teller) que sonha em ser o melhor músico da sua época. Fã de Charles Parker, ele consegue entrar no mais renomado conservatório do país e, de cara, ainda atrai a atenção do lendário professor da instituição, Fletcher (J.K. Simnons).

A partir dai, o filme mostra ao que veio.  Andrew descobre que apenas ser o pupilo de um professor mítico da instituição não bastava, era preciso ir ao limite e sobreviver às técnicas utilizadas pelo tal professor. Técnicas estas que nos faz pensar o limite entre a pressão e o incentivo. Qual o ponto ótimo do incetivo? Até que ponto esse jeito enérgico, de disciplina militar (só consigo lembrar do Sgt Hartmann em Full Metal Jacket) de ensinar pode contribuir para a formação de uma pessoa? 

Ai é que nos vem sempre à cabeça que escolhas radicais (ser o melhor da sua época, ou como em um diálogo do filme, Andrew comenta que prefere morrer cedo que ser esquecido) podem requerer métodos radicais. Assim, algumas ações de Flecther são compreensíveis caso queiramos olhar por esta ótica, principalmente para Andrew, que sempre vê o fato de Jo Jones ter jogado um prato na cabeça de Charles Parker, tornando-o conhecido, uma justificativa para os métodos nada palatáveis do seu orientador.

Além disso, o que se vê nas telas é mais do que superação ou competição consigo mesmo. É um misto de fraqueza, presunção e esforço que Miles Teller interpreta muito bem. Aliás, para mim, nenhuma surpresa quanto à sua atuação. Primeira vez que o vi foi no (péssimo) remake de Footloose, onde interpreta Hillard, único amigo de Ren na trama. Depois, The Spetacular Now, onde me provou que realmente é um excelente ator, seguido de Two Night Stand, filme fofo que ainda ganhará um post.

Já J.K. Simmons não tenho muito o que falar, parece que o cara já nasceu para interpretar pessoas chatas, solitárias e etc, então o personagem em Whiplash caiu como uma luva. Ah, devo salientar que só lembro dele no papel do chefe do Homem Aranha, portanto, nem me julguem por outros papeis, meus parâmetro aqui é limitado.

No mais, Whiplash, para mim, não foi tãão primoroso quanto eu esperava. Creio que ainda tenho muito que aprender a controlar minhas expectativas. E vocês, o que acharam? 




Comentários

  1. Tenho problemas com expectativas também e com humor que vou ver os filmes, fui ver Lobo de Wall Street cansada e cheguei a falar que não gostei (ainda bem que revi o filme haha). Eu gostei de Whiplash, realmente não é tão primoso mas acho lindo a forma de ser simples mas impactante e intenso. São questões bem recentes (me identifiquei :( ) e acho que por isso que fizeram o filme bem simples, para não ser difícil de assistir. Concordo quanto ao Miles, conheço ele de alguns filmes comédia romântica e acho legal ele tentar sair dessa zona de conforto de muitos atores e incrementar suas habilidades/mostrar elas em outros gêneros. Só conheço JK Simmons no Law and Order, mas fiquei bem impressionada com a atuação dele, parece que fizeram o filme para que ele carregasse. Provavelmente ganhará o Oscar hoje ~ Resenhas legais no blog, ando procurando resenhas por aí porque confesso que Omelete e afins tem me decepcionado um pouco kkkkk De vez em quanto vou vereficar se tiver mais algumas aqui ok? :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      Fique à vontade, tem várias resenhas no blog. As tags são Resenhas Viu e Clássicos. :)
      Quanto ao Oscar, fiquei surpresa com algumas premiações, mas a do JK tava bem na cara que ele iria levar, como disseste, ele carregou o filme. Whiplash não é ruim, mas poderia ter sito um pouco melhor. Não sei explicar no momento, só que eu esperava mais.

      Volte sempre!

      Abraços!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas