Saudade

Hoje bateu uma saudade do senhor, pai. Uma vontade enorme de um abraço que nunca recebi.  Sempre penso no que achas das minhas decisões e atitudes tomadas. Será que te envergonho? Será que te orgulho? Espero que seja não e sim, respectivamente, as respostas. Queria um abraço, sabe? Aquele tipo de abraço que o senhor me daria e dizia ao meu ouvido que não perdi nada, que quem perde são eles, depois de dizer todas aquelas coisas de pai e mãe. Enfim, às vezes me pergunto se tu me acompanhas, mas basta olhar para o céu e saber que sim. Amo você.

Comentários

Postagens mais visitadas