Na Madruga

Quando você está completamente sem sono e lembra que ainda possui um blog cheio de coisas que tem pelo menos uns dez anos. Se me assustei? Hell yes! Cada fase da minha vidinha da época da faculdade pra cá foi retratada aqui em forma de palavras soltas, muitas vezes sem nexos e carregadas de sentimentos. Não seria nada errado dizer que cada forma de impulso meu foi transformada numa postagem daqui - inclusive esta.

Tudo bem, não irei vasculhar o que escrevi ao longo desses anos (sim, preguiça!), mas aposto que deve ter muita besteira, muita coisa que me faria gargalhar e sentir vergonha de mim mesma. Porém,  não serei cruel comigo mesma - essa fase já passou, provavelmente existem coisas escritas das quais eu ainda me sentiria orgulhosa.

Bom, certamente este não é o momento de ficar refletindo se o que escrevi foi bom ou não, acho que tenho que terminar esse chocolate quente que fiz em plena madrugada e voltar para o ninho e tentar dormir. Escolha sensata.

Boa noite (:

ps: E o que foram essas postagens do medium? No mínimo aquele esforço zero de manter algo só apenas por manter. Shame on me.
ps2: aquele momento que você pensa na categoria que esta postagem vai.

/listening Space Cowboy, Jamiroquai. 

Comentários

Postagens mais visitadas